Porto Santo: o que ver, fazer e visitar.

A ilha do Porto Santo, situada a nordeste da ilha da Madeira, foi a primeira ilha do Arquipélago a ser descoberta pelos navegadores. Esta é conhecida como “ilha dourada”, devido à sua extensa praia de areia fina e dourada, que domina a paisagem, complementada pela água límpida e quente.

Ao oferecer um clima ameno e temperado, é possível fazer praia durante todo ano na ilha. A qualidade da praia é responsável pela grande parte do turismo na ilha, sendo considerada uma das melhores praias da Europa, tanto pela agradável temperatura da água do mar, como também pelas qualidades terapêuticas da areia.

No entanto, Porto Santo, tem muito mais para oferecer do que a praia e o sol que lhe deram fama. Aqui, poderá encontrar as melhores dicas que o farão conhecer a verdadeira essência da ilha.

Está a planear viajar para Porto Santo? 
Aproveite para ver o nosso guia gratuito sobre os melhores hóteis onde ficar na ilha dourada.


Quando ir ao Porto Santo?

O clima do Porto Santo é ótimo durante todo o ano, apresentando temperaturas amenas, que permitem visitar a ilha em qualquer altura. As temperaturas médias variam entre os 22ºC na altura do Verão e os 18ºC no Inverno.

Os meses de Verão (Junho a Setembro), são os mais quentes e movimentados da ilha, com um maior fluxo de turistas e também o melhor clima para ir a banhos. É no final de Junho que Porto Santo se anima com as Festas de São João, em honra do padroeiro da ilha. Nesta altura, é possível conhecer um pouco da identidade dos porto-santenses, através dos eventos folclóricos, culturais e desportivos que são apresentados e do cortejo que é realizado pelas ruas, onde os populares se vestem com trajes típicos da ilha.

As festas perduram no mês de Agosto e desta vez, centram-se na Nossa Senhora da Graça e na Nossa Senhora da Piedade. Apesar da sua essência religiosa, ambas as festas resultam em animados arraiais de rua que se prolongam pela noite fora. As festas de Agosto terminam com a Festa das Vindimas, onde durante os três últimos dias de Agosto os visitantes podem acompanhar e assistir a diversas exposições das variedades de uva que crescem na ilha do Porto Santo e participar nas provas de vinhos e nas demonstrações de produção dos vinhos regionais, com música tradicional a acompanhar o evento.

Já os meses de Inverno (Outubro a Maio), são os mais frios e mais tranquilos, sendo uma ótima época para visitar a ilha, fugir das multidões e aproveitar a beleza natural da ilha. No mês de Setembro, celebra-se a chegada de Cristóvão Colombo à ilha, onde para além de música e animação de rua, se pode assistir ao desembarque do navegador e dos tripulantes, seguindo por um cortejo histórico onde a população também participa.

Em Novembro, no dia 1, é comemorado o dia oficial da descoberta de Porto Santo, relembrando a chegada de Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira à ilha em 1418. E, em Dezembro, realizam-se as celebrações de Natal e da Passagem de Ano, que continuam até ao Dia de Reis, quando as festividades nocturnas incluem visitas em casa para ver a Lapinha (presépio).

A Páscoa é também um momento de grandes festividades, onde se exclama “Balamento!”. Este é um jogo antigo entre adultos e crianças, onde num horário fixo, acordam que o primeiro a exclamar “Balamento”, ganha pontos. Pela Páscoa, o jogador que tenha reunido o maior número de pontos é o vencedor, tendo direito a receber o “Balamento” acordado inicialmente, podendo ser bombons, chocolates, ovos ou as tradicionais amêndoas alusivas à festividade.

Tendo em conta o que foi mencionado acima, no nosso ponto de vista, qualquer altura é boa para visitar a ilha do Porto Santo, no entanto, há quem considere que Abril, Maio, Setembro e Outubro são os melhores meses, isto porque, o clima continua a ser agradável e as aglomerações de turistas são muito menores. No entanto, em qualquer altura irá divertir-se imenso!

Como chegar ao Porto Santo?

Existem três formas de chegar à ilha:

  • Através de voos diretos provenientes de Portugal Continental (Porto e Lisboa);
  • Utilizando o Ferry Lobo Marinho da Porto Santo Line, que faz viagens diárias a partir da Ilha da Madeira e demora cerca de duas horas e meia a chegar;
  • Utilizando a linha aérea Binter, que efetua voos diários de manhã e à tarde, a partir da Ilha da Madeira e fica a apenas 25 minutos de distância do Porto Santo.

Chegar de avião à Ilha do Porto Santo por Portugal Continental

Existem cada vez mais companhias aéreas a realizar voos diretos para a Ilha de Porto Santo, apresentando as companhias low cost preços mais acessíveis, que permitem visitar com maior facilidade a ilha. O aeroporto de Porto Santo, apesar de pequeno, foi na realidade ampliado em 1995, estando assim preparado para receber voos nacionais e internacionais. A viagem de Portugal Continental, demora cerca de 01:25h e existem voos diretos de Lisboa e do Porto.

Curiosidade: Ao contrário da Ilha da Madeira, a aterragem na Ilha do Porto Santo é por norma bastante tranquila, sendo muitos aviões com destino Madeira desviados para Porto Santo, sobretudo motivado pelo vento forte que se faz sentir no Aeroporto Internacional da Madeira Cristiano Ronaldo.

Chegar de barco ao Porto Santo pela Ilha da Madeira

Para chegar de barco à Ilha de Porto Santo, deve utilizar a companhia Porto Santo Line, que opera a popular travessia entre a Ilha da Madeira e a Ilha de Porto Santo. A distância entre as duas ilhas é cerca de 60 quilómetros e a viagem demora por volta de duas horas e meia, oferecendo a companhia travessias diárias, com maior frequência na altura de época alta.

No Lobo Marinho (nome do barco), pode levar o seu veículo caso deseje e são diversas as comodidades que oferecem aos mil passageiros que nele vão por travessia. A bordo poderá encontrar um lounge de primeira classe, diversos bares, restaurantes, lojas, um cinema, uma sala de jogos, uma área para crianças e um solarium, garantindo que fique ocupado e desfrute a sua viagem.

Para saber mais acerca dos os horários e preços praticados pela Porto Santo Line, clique aqui.

Chegar de avião ao Porto Santo pela Ilha da Madeira

No caso de querer ser mais prático e rápido a chegar à Ilha de Porto Santo, através da Madeira, poderá sempre optar por escolher viajar na Binter, a companhia aérea que viaja diariamente entre as duas ilhas. Na Binter, encontrará voo de manhã e à tarde e a viagem demora cerca de 25 minutos.

Ao ser um avião mais pequeno, pode contar com um atendimento especial e personalizado, oferecendo a companhia algumas regalias como mala de mão e incluídas no bilhete, seleção de lugares sem custos associados, maior espaço entre as cadeiras e entretenimento a bordo.

Para saber mais acerca dos horários e preços praticados pela Binter, clique aqui.

O que ver, fazer e visitar em Porto Santo?

Visite a Vila Baleira

A cidade de Vila Baleira, com uma população de cerca de 5500 habitantes, é a capital da ilha. É aqui, onde ocorrem a maioria das atividades do Porto Santo, ficando situada onde Bartolomeu Perestrelo fundou a primeira povoação no ano de 1419. A presença de várias palmeiras e buganvílias é notória, tornando o ambiente da cidade ainda mais relaxante e bonito.

Ao passear pela cidade poderá encontrar alguns pontos de interesse como a Igreja de Nossa Senhora da Piedade, a Casa Museu de Cristóvão Colombo e o Padrão dos Descobrimentos. Pode ainda passear pelo cais antigo da cidade e apreciar a vista.

Ficando a Vila Baleira situada no centro da cidade, restaurantes e lojas de artesanato são o que não falta! Aproveite para conhecer os artesãos da ilha e experimentar as especialidades gastronómicas da ilha.

Conheça a Igreja Matriz de Porto Santo

A Igreja Matriz (também conhecida por Igreja da Nossa Senhora da Piedade) é um dos principais monumentos porto-santenses. A mesma fica situada no Largo do Pelourinho, exatamente no centro da cidade do Porto Santo.

Ao longo da sua existência foram inúmeras as vezes que foi incendiada e destruída quase por completo por piratas e corsários, que aportavam na ilha, passando por isso por diversas fases construtivas, sendo em 1667, totalmente reconstruída.

O exterior da Matriz da capital do Porto Santo é modesto, composto por dois corpos rectangulares de diferentes dimensões. O maior corresponde à igreja e o menos à capela-mor. Destaca-se ainda a torre sineira, onde se avista um catavento de ferro e quatro relógios em todo o seu redor. No interior da Igreja, o espaço apresenta elementos da arquitectura gótica quatrocentista, com tetos de madeira.

Visite a Casa Museu Cristóvão Colombo

Na Ilha do Porto Santo, pode encontrar a Casa Museu Cristóvão Colombo, que assinala e homenagia a presença descobridor da América na ilha. Na mesma, é possível vivenciar um pouco do ambiente onde o explorador viveu, apresentando a mesma uma exposição permanente sobre a expansão portuguesa e a posição estratégica da Ilha do Porto Santo e do arquipélago da Madeira na mesma. Pode ainda encontrar informações sobre o percurso do explorador pelo mundo.

A Casa Museu Cristóvão Colombo localiza-se atrás da Igreja Matriz de Porto Santo, apresentando-se num conjunto de dois edifícios, hoje uniformizados devido às intervenções feitas nos séculos XVIIII e XVI.

Passeie até ao Padrão dos Descobrimentos

A llha do Porto Santo, está involuntariamente ligada à histórica expansão marítima portuguesa. Sendo o Padrão dos Descobrimentos, situado na cidade de Vila Baleira, um dos marcos que a representa.

Perto do Cais Antigo, poderá encontrar da autoria de António Aragão, o “Pau de Sabão”, nome dado entre os populares, devido ao seu formato, que terá sido inaugurado em 1960. Formado em várias partes quadrangulares, que fazem alusão aos eventos e aos protagonistas da expansão marítima. Assim, aqui figuram nomes dessa época histórica, tal como o Infante D.Henrique.

Caminhe pelo Cais da Cidade

Foi em 1929, que se deu início à construção do cais do Porto Santo, que serviria como local de embarque e desembarque de passageiros e mercadorias. Hoje em dia, é considerado um ícone e monumento da ilha, utilizado como ponto de mergulho para as águas cristalinas que banham a praia.

A estrutura do Cais da Cidade, tem 102 metros de comprimento e 4 de largura, assentando-se em vários pilares que foram colocados a igual distância um dos outros. Considerado local de lazer, é de visita obrigatória pois permite que se veja praticamente toda a costa da praia.

Conheça os miradouros de Porto Santo

A Ilha do Porto Santo, apesar de estar avincadamente associada à praia, devido a ser considerada uma das melhores da Europa, tem muito mais para oferecer. Em Porto Santo, são inúmeros os miradouros que pode visitar e proporcionam vistas magníficas sobre a ilha.

1. Miradouro da Terra Chã

O Miradouro da Terra Chã, é o pretexto ideal para percorrer a Vereda do Pico Branco e Terra Chã. Este Miradouro oferece uma vista panorâmica sublime sobre a cidade Vila Baleira, o Ilhéu de Cima e o Pico Branco.

A vereda para alcançar o Miradouro tem cerca de 2,5 quilómetros de extensão até chegar ao topo. Sobe-se através de terrenos pedregosos, rodeados por ciprestres. Após percorrer dois quilómetros, chegamos a uma bifurcação, onde à esquerda temos o acesso até ao topo do Pico Branco (200 metros) e à direita o caminho até à Terra Chã (400 metros). Ambas as vistas são estupendas, valendo a pena visitar as duas, o Pico Branco, considerado o segundo ponto mais alto da ilha, permite ver uma boa parte da ilha.

2. Miradouro da Portela

O Miradouro da Portela é de paragem obrigatória, sendo considerado um verdadeiro postal da ilha dourada. Ao visitá-lo terá acesso a uma vista panorâmica sobre toda a costa da ilha, ficando deslumbrado pelas águas azuis cristalinas que embatem contra a areia dourada.

Este cenário fica a cerca de um quilómetro e meio do centro da cidade de Vila Baleira e inclusive o caminho até ao mesmo merece a sua atenção, ao presentear-nos com uma avenida de palmeiras e moinhos de vento que nos levam até ao destino final: um miradouro de onde é possível avistar o Pico de Baixo, o Ilhéu de Cima, o Porto de Abrigo e a Marina do Porto Santo.

Durante o percurso até lá deve ainda fazer uma paragem na Capela da Nossa Senhora da Graça, erguida em 1851. É nesta que, no mês de Agosto, se celebra uma das mais importantes festas religiosas da ilha.

3. Miradouro do Furado Norte

O Miradouro do Furado Norte, fica situado na zona dos Morenos no Porto Santo, no extremo sudoeste da ilha e oferece uma vista ímpar sobre a Costa Norte, onde é possível avistar o Ilheú de Ferro e a Ilha da Madeira, quando está céu limpo.

Ficando perto de certos locais que têm interesse geológico como os Morenos, o a Praia do Zimbralino, a Pedreira da Ana Ferreira e o Pico do Espigão é uma excelente mirante para apreciar o pôr do sol.

4. Miradouro do Pico do Castelo

O Miradouro do Pico do Castelo, é um dos pontos em que melhor se avista a paisagem e o encanto da Ilha do Porto Santo. Ao ser um dos pontos mais altos da ilha dourada, com 430 metros de altura, contribuiu antigamente como fortaleza aos ataques do piratas à ilha, durante conturbados séculos.

Devido à sua altitude oferece uma das vistas mais amplas sobre toda a ilha, sendo possível avistar a baía, o centro da cidade e vários ilhéus que circundam a ilha, como o Ilhéu de Cal e o Ilhéu de Cima.

Apesar de ser acessível de carro, uma boa alternativa para chegar ao Miradouro do Pico do Castelo é através de uma caminhada pela Vereda do Pico Castelo. No topo do miradouro podemos encontrar um busto em homenagem a Schiappa de Azevedo, que foi um grande contributo para a arborização do monte.

5. Miradouro das Flores

O Miradouro das Flores, ao ficar localizado na Costa Sul da ilha do Porto Santo, não só apresenta um panorama surpreendente sobre a costa da ilha dourada, como também é um espaço privilegiado que permite observar o Ilhéu de Baixo, como também os Ilhéus do Ferro e de Cima. Para além disso, caso as condições atmosféricas assim o permitam, é possível ainda avistar as Ilhas Desertas e a Ilha da Madeira.

No centro do miradouro, podemos encontrar um busto do pintor Francisco Maya (1915-1993), que viveu na Madeira e faleceu no Porto Santo. As suas obras de arte estão espalhadas por todo o mundo.

6. Miradouro das Lombas

O Miradouro das Lombas ou Miradouro do Moinho, é situado bem próximo do centro e apesar de não ter tanta altitude como os outros, proporciona a quem o visita uma incrível vista panorâmica sobre a cidade de Vila Baleira.

Ao existir no local um antigo moinho de vento, é bastante fácil de se chegar ao mesmo e o reconhecer. Sendo considerado um marco da história da Ilha do Porto Santo, este trata-se de um moinho giratório de madeira, já em desuso, que se converteu, com o tempo, num elemento de referência do património e da cultura da região.

Nesta zona, pode ainda encontrar um café, possibilitando-o de provar algumas iguarias regionais , enquanto usufrui da paisagem e do sol da ilha.

7. Miradouro da Fonte da Areia

O nome Miradouro da Fonte da Areia, deve-se à elevada quantidade de areia que se encontra neste local, considerando-se o enquadramento paisagístico árido, mas com uma beleza fora do vulgar. Antigamente, devido às águas cristalinas do local, era considerada uma fonte sagrada pelos habitantes da ilha.

Constituído por rochas arenosas, moldadas pela erosão do vento, este local proporciona um espetáculo visual único e comprova a antiguidade geológica do Porto Santo, contando com fragmentos de conchas de moluscos e algas calcárias, de uma herança da vida marinha que aqui terá existido.

Relaxe nas praias de Porto Santo

1. Praia do Zimbralinho

A Praia do Zimbralinho, é um pequena praia de calhau rodeada por abruptas falésias e dois rochedos emergidos no fundo do mar, marcando a visita a este local as suas águas cristalinas e as litologias de sequências vulcânicas submarinas, de natureza balsática, que se formaram na fase de pré-emersão da ilha.

2. Praia da Calheta

Bem diferente das restantes praias do longo areal de nove quilómetros da Ilha do Porto Santo, a Praia da Calheta difere-se pelas formações rochosas que oferece e lhe dão uma paisagem mística.

Localizada a sudoeste da ilha, marca o fim do extenso areal dourado, sendo considerada uma praia mais privada e tranquila. As suas formações rochosas dentro de água, oferecem um mundo mágico com os mais diferentes tipos de peixes que lá nadam. Por isso, não se esqueça de levar os seus óculos de mergulho de forma a ver o que a natureza de melhor tem para lhe oferecer!

A paisagem é ainda marcada pelo Ilhéu da Cal, também conhecido como Ilhéu de Baixo, um património importante desta ilha. Em dias de melhor visibilidade devido às condições atmosféricas, é ainda possível avistar o perfil da ilha da Madeira.

3. Praia do Cabeço da Ponta

A Praia Cabeço da Ponta, fica situada numa zona de instalações hoteleiras, sendo sobretudo frequentada pelos turistas, atraídos pelo extenso areal de propriedades terapêuticas reconhecidas. Banhada por águas cristalinas e de temperaturas bastante amenas, destaca-se pela sua beleza natura.

A mesma reune todas as condições para passar um dia de bons banhos, diversão garantida e descontração ao som da maré.

4. Praia das Pedras Pretas

A Praia das Pedras Petras, é essencialmente frequentada pelos residentes da ilha. O seu nome deve-se ao nome da localidade onde se encontra. Trata-se de uma praia com um ambiente familiar e de fácil acesso, localizada nas imediações do centro da cidade, permite fazer-se uma caminhada pelo extenso areal e visitar o mesmo.

5. Praia da Fontinha

A Praia da Fontinha, localiza-se numa das zonas mais movimentadas da ilha, por ficar na cidade da Vila Baleira, tendo início no Cais Antigo da cidade. Assim sendo, é possível aproveitar o dia na praia e fazer uma pausa para almoçar ou lanchar nos cafés e restaurantes da cidade.

Num dos acessos que dão até à praia pode passar pela antiga Fábrica de Águas do Porto Santo e seguir em direção à belíssima avenida de palmeiras que o leva até lá.

As excelentes condições deste local, como a areia fina, o mar límpido, calmo e tépido e a beleza natural da zona contribuem também para que passe um excelente dia de praia. Podendo aproveitar ainda para se enterrar na areia, que por ser de natureza carbonatada e biogénica, possuí qualidades terapêuticas do foro ortopédico e reumático.

6. Praia do Penedo

A Praia do Penedo, localiza-se no extremo sudeste da ilha, ficando afastada da agitação da cidade, sendo por isso uma praia mais tranquila, procurada por quem deseja ter um dia sossegado de praia com a família, amigos ou sozinho. O local mais próximo desta praia é o Porto de Abrigo, no qual poderá encontrar serviços de restauração e todos os restantes que garantam a sua comodidade e segurança.

7. Porto das Salemas

O esplêndido Porto das Salemas, normalmente só é acessível a pé, sendo uma caminhada um pouco íngreme mas não impossível! Há quem desça e suba de jipe 4×4 ou de moto 4, mas sem ter o veículo indicado, deve mesmo ter em conta que provavelmente terá de deslocar-se a pé, por isso tenha cautela e leve o calçado adequado. No entanto, sem dúvida que a beleza deste paraíso natural compensa a caminhada e o esforço!

Outra coisa que deve ter em conta, quando for visitar este paraíso é a maré, pois só quando se encontra maré baixa no local, é que se torna possível observar as inúmeras piscinas naturais compostas por rochas que lá existem e consequentemente usufruir delas. Assim, é aconselhado que se informe antes de visitar o Porto das Salemas, sobre o estado da maré.

Para chegar ao Porto das Salemas, basta dirigir-se até à Fonte da Areia e seguir as placas de instruções até ao destino pretendido. À chegada, os banhistas dispõem de alguns chapéus de palha, mesas para piquenique e lareiras. Mas podem recorrer também a uma das muitas rochas para estender a toalha e, então, partir à descoberta deste paraíso.

Passeie pelos jardins e quintas da Ilha de Porto Santo

A Ilha do Porto Santo, presenteia-nos ainda com jardins e belíssimas quintas que possibilitam usufruir ainda mais da ilha, caminhando a pé, rodeado pela fauna e flora da ilha dourada e com uma vista magnífica sobre o oceano.

1. Quinta das Palmeiras

A Quinta das Palmeiras, fica situada na zona oeste do aeroporto, considerada uma zona seca e árida, no entanto, para espanto de todos os que a visitam, esta oferecer uma exuberante zona verde, com um mini jardim botânico e um pequeno zoo.

Por trás desta ideia fica a visão de Carlos Alfonso, que trabalhou arduamente 15 anos para desenhar e plantar aquele magnífico jardim, tendo sido necessário trazer por iniciativa do próprio vários camiões-cisterna de água para a rega e criação dos lagos que podemos lá encontrar.

A Quinta das Palmeiras é claramente identificada como um oásis, que ocupa cerca de 5000m², onde se distribuem diversas espécies de plantas luxuriantes, sendo possível encontrar espécies ornitológicas e uma variedade de animais, como pombos arrulhos, papagaios deslumbrantes, araras e todo o tipo de outros pássaros. A maioria deles encontram-se em liberdade e não tendem a escapar.

Esta é uma excelente experiência para desfrutar com toda a família, amigos ou até mesmo sozinho.

2. Jardim Avenida Infante D.Henrique

Terá de passar inevitavelmente pelo Jardim Avenida Infante D.Henrique, ao visitar a cidade de Vila Baleira. Este é um espaço marcado pelas enormes palmeiras que se alinham até ao Cais Antigo da cidade. Neste jardim, pode encontrar diversos tipos de flores e árvores típicas na ilha, como os dragoeiros e as buganvílias.

Para além disso, poderá encontrar vários bustos e estátuas que representam os antigos navegadores e exploradores do mundo, como Cristóvão Colombo, o Infante D.Henrique e o Barqueiro. Poderá ainda visitar o Padrão dos Descobrimentos, o qual mencionamos anterior.

Este é um espaço dedicado a todos, sendo também um ponto de atração para os mais novos, ao dispor de dois parques infantis com alguns equipamentos de diversão. Aqui encontra ainda barraquinhas de comida com gastronomia típica da ilha, como por exemplo o bolo do caco.

3. Jardim Largo Pelourinho

O Jardim Largo Pelourinho, fica separado por apenas uma estrada do Jardim Avenida Infante D.Henrique, onde novamente os protagonistas são as palmeiras, as buganvílias e os dragoeiros. Este é um espaço de cores vivas com uma fonte no seu centro, que oferece tranquilidade e sossego a quem o visita.

Este jardim é a entrada para alguns dos edifícios principais da cidade, como a Câmara Municipal, a Igreja Matriz de Porto Santo e a Rua Cristóvão Colombo, que fica nas imediações. Aproveite assim, este passeio e fique a conhecer um pouco mais sobre o património arquitetónico e histórico da cidade de Vila Baleira.

Deslumbre-se com o Pico de Ana Ferreira

A 283 metros de altitude, observa-se o Pico de Ana Ferreira, antiga pedreira da ilha que nos presenteia com uma das maiores obras de arte da natureza com a sua disjunção prismática com colunas construídas de forma quase perfeita. Estas resultaram pelas tensões de contração que se geraram durante o arrefecimento do magma no interior de uma conduta vulcânica.

Visite o Porto de Abrigo

O Porto de Abrigo da ilha Porto Santo é utilizado como porta de entrada marítima para a ilha, chegando a estes local navios de pequeno e grande porte oriundos de todo o mundo. É aqui, onde atraca diariamente o famoso “Lobo Marinho” – ferry que estabelece a ligação entre a Madeira e o Porto Santo.

O muro que divide o porto onde atracam os navios e a praia, está repleto de pinturas com as datas, nomes e os logótipos das embarcações que visitam a ilha. Neste local, é possível ainda sentar-se ao sol no estabelecimento ali existente e aproveitar a vista.

Centro Hípico do Porto Santo

Localizado no começo do Pico Ana Ferreira, o Centro Hípico do Porto Santo oferece-lhe experiências incríveis, como a oportunidade de conhecer os encantos da ilha através de um passeio a cavalo. São vários os percursos e níveis de dificuldades existentes, permitindo que qualquer pessoa, independentemente da idade que tiver, possa usufruir desta experiência inesquecível.

Para quem, quiser ter apenas a oportunidade de saber mais sobre os cavalos, pode ainda usufruir das aulas de equitação para principiantes. Este espaço dispões ainda de um bar e de um restaurante de apoio, o Restaurante Equestre, onde se pode, tranquilamente, usufruir da atmosfera ímpar deste local.

Veja também os seguintes artigos:

Related Stories

spot_img

Veja aqui mais artigos

Onde beber a melhor poncha da Madeira

A Ilha da Madeira, é um paraíso tropical situado no meio do Oceano Atlântico,...

Onde ficar no Porto Santo – 6 hotéis imperdíveis

Porto Santo, é um refúgio de tranquilidade e beleza natural. Com praias de areia...

Onde comer por menos de 15€ em Lisboa –...

Conhecer a gastronomia de uma cidade é uma maneira autêntica de conhecer a sua...

15 Coisas para fazer e sítios para visitar na...

A Ilha da Madeira, é um destino único, que encanta visitantes de toda a...

Onde comer em Aveiro – 7 restaurantes imperdíveis

A cidade de Aveiro, é conhecida como a “Veneza de Portugal” e é tão...

12 lugares secretos que pode encontrar em Lisboa

Se procura lugares únicos e incomuns em Lisboa, que não são mencionados na maioria...

Categorias populares

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui